Home | Fale Conosco

 
 
 
 

   News

Agricultura na Lunda Sul: Protocolo entre governo e Catoca arranca em 2012
 

Reduzir a fome e a pobreza é o desafio lançado por Catoca e que conta com a parceria do Governo Local e consultoria da Fundação Odebrecht para a implementação do ambicioso projecto de fumento da agricultura da mandioca e piscicultura (tilápia).

O protocolo de cooperação assinado em Março deste ano entre as partes (Governo da Lunda Sul Catoca), nos domínios da agricultura, piscicultura, extensão rural, desenvolvimento comunitário, movimento associativo e protecção ambiental, começa a ser implementado em 2012, uma garantia da governadora Cândida Narciso, após encontro de revisão do processo, realizado no dia 08.12 entre as partes."O passo seguinte consiste na criação de condições para a sua implementação", assegurou.

O projecto, concebido pela SMC, está avaliado em mais de USD 19 milhões, que serão suportados em parcelas iguais pelos signatários devendo ainda contar, na fase posterior de implementação, com a participação do empresariado privado.
Segundo ainda Cândida Narciso, o Governo vai analisar os pormenores e, no dia 19 deste mês, terão uma reunião conclusiva com os responsáveis de Catoca, para que em Janeiro próximo possa arrancar o programa.

Da parte do director geral de Catoca, Ganga Júnior, veio a promessa de "tudo fazer" com o Governo no sentido de implementar o programa, que vai beneficiar as populações do Leste de Angola que pode incrementar as suas colheitas e processa-las localmente, agregando valor à produção agrícola.

Durante a apresentação do projecto, por um especialista da Fundação Odebrecht contratado por Catoca, ficou esclarecido que depois de pesquisas feitas em Saurimo, foi elaborada uma proposta para cinco anos, com inicio em 2012, com a criação de um campo experimental de cultivo da mandioca, que vai servir de laboratório para a identificação das variedades e espécies e fazer o controlo de pragas. "A ideia básica é desenvolver a produção agrícola inicialmente no município de Saurimo colocar esta produção a serviço das unidades industriais que possam entregar produtos com alto teor de qualidade", explicou o especialista em implementação de projectos agrícolas, Clovis Faleiro.

Na essência, o projecto prevê abarcar o sector primário, com a produção agrícola; o secundário, com a transformação e o sector terciário, com a comercialização dos produto.



 
Endereço:
Luanda/Angola - Sector Talatona – Luanda Sul - Tels.: 2226247000 | 2226247001 | Fax.: 222006140 | 222006141
Saurimo/Angola - Tels.: 222624000 | 222624001 | Fax.: 222624108