Home | Fale Conosco

 
 
 
 

   News

CATOCA QUER ESTAR ENTRE AS MAIORES DO MUNDO

 

O director da Sociedade Mineira de Catoca, Ganga Júnior, afirmou nesta sexta-feira, em Luanda, que a empresa pretende atingir até o ano de 2020 uma receita na ordem de 130 biliões de Kwanzas e estar entre as três maiores diamantíferas do mundo.

Ganga Júnior, que falava na conferência do centenário do diamante em Angola, disse que a sociedade que dirige pretende ter a possibilidade de explorar também outros recursos minerais.

Para isso, adiantou, a sociedade definiu alguns pilares de desenvolvimento, nomeadamente – a melhoria operacional da empresa com vista a estabilizar o fluxo de caixa, o aumento nas reservas de diamante, o avanço na cadeia de valor, a capacitação da organização e a flexibilidade do ambiente regulatório.

Para atingir tais objectivos, disse, o governo concedeu algumas concessões novas onde se trabalha neste momento, ao mesmo tempo que a empresa vai aperfeiçoando os mecanismos de comercialização no sentido de maximizar os resultados das vendas bem como intervir noutros segmentos de negócios, como a lapidação.

Informou que a sociedade Catoca tem já um plano de lavra (exploração) que vai de 2013 a 2034.

Paralelamente a este trabalho, informou, mesmo a nível da concessão de Catoca “ continuamos a desenvolver estudos geológicos no sentido de conseguirmos outras minas que possam beneficiar das actuais instalações e infraestruturas que a empresa já tem”.

Neste âmbito fez referência ao K42 - um kimberlito já descoberto e estudado pela sociedade mineira e que possui boas reservas.

Informou que sociedade de Catoca desenvolve na concessão do Luemba prospecção que permitiu descobrir um novo kimberlito o Tchiuzo, com reservas de 41 milhões toneladas de mineiro e cerca de 17 milhões de quilates.
Disse que existe também a concessão do Lapi onde foram descobertos cerca de sete kimberlitos.

Recentemente Catoca obteve mais sete concessões na Lunda Norte, Lunda Sul e Kwanza Sul (Gango , Quitubia, Luange, Luaxe, Gambo, Vulege e Tchiafua).

“São áreas de muito bom potencial. Esperamos ter sorte para termos novas minas", referiu.

A sociedade Mineira de Catoca produziu de 1997 a 2012 144 milhões 593 mil de metros cúbicos de estéril, 97 milhões e 195 mil toneladas de minério tratado e 67 milhões e 094 mil de quilates de diamantes recuperados.


 
Endereço:
Luanda/Angola - Sector Talatona – Luanda Sul - Tels.: 2226247000 | 2226247001 | Fax.: 222006140 | 222006141
Saurimo/Angola - Tels.: 222624000 | 222624001 | Fax.: 222624108