Home | Fale Conosco

 
 
 
 

   News

Lunda Sul tem programa de apoio ao desenvolvimento econômico e social - Catoca e Governo são parceiros

 

O protocolo entre o Governo da Lunda Sul e Catoca, que aparecem como parceiros em igualdade de circunstâncias, foi rubricado em Março de 2011 e os estudos e preparação das condições para o arranque do PADES - Programa de Apoio ao Desenvolvimento Econômico e Social da Lunda Sul - levaram perto de um ano.

A cerimónia inaugural do PADES começou com a apresentação técnica do Programa, feita pelo Vice-Governador para a área econômica, seguida de benção do Arcebispo de Saurimo, Dom Manuel Imbamba, e culminou com a entrega de um tractor e referidas alfaias e duas carrinhas aos gestores do Programa, uma equipa constitúida por representantes de Catoca e do Governo Provincial.

"É um sonho que está a ser realiza", disse Cândica Narciso, a governadora, para quem a materialização do Projecto tem em conta a crença na capacidade dos homens de bem em melhorar as condições de vida da população.

O que devemos fazer é cuidar deste projecto como se fosse nosso, fazer com que daqui saiam experiencias que sejam replicadas por todo o país, diminuirmos as importações e melhorar a renda das famílias", recomendou a Governadora da Lunda Sul que procedeu à inauguração do PADES nesta terça-feira, 28 de agosto de 2012.

Referindo-se à contribuição de Catoca no desenvolvimento da Lunda Sul, Cândida Narciso deixou claro que "os diamantes extraídos por Catoca, não se podendo comer, estão a ser aplicados no desenvolvimento do nosso povo. Vamos por isso desejar que Catoca cresça mais e possa distribuir cada vez mais os seus rendimentos".

Temos consciência de que as riquezas resultantes dos diamantes são esgotáveis e estamos a aplicá-los no desenvolvimento sustentável, não temos dúvidas de que o programa terá êxitos porque temos experiências de outros locais, como na Zâmbia, onde está a ser um sucesso", disse Ganga Júnior que anunciou o montante de mais de um milhão de dólares despendido pela diamantífera nesta primeira fase. O PADES tem a vertente educativa ou do conhecimento que se desdobra em formação, treinamento e empresariamento, e ainda a vertente produtiva que tem a ver com a selecção e multiplicação de sementes e criação de tilápias (cacussos).

Neste momento dois técnicos de agricultura e pescas recebem formação no Brasil, num esforço de Catoca em parceria com a Fundação Odebrecht que assessora a aplicação do PADES. Segundo Jorge Armando Segunda, Vice-Governador e coordenador do Programa, na aldeia de Lundjate, cerca de 150 km de Saurimo, mais de 26 hectares de terra têm já estacas de mandioqueira e batateira precoces e de alto rendimento que serão distribuídas às associações de camponeses ao longo da campanha agrícola.

Na comuna de Mona-Quimbundo (75 km de Saurimo), onde se deu o lançamento do PADES, foram construídos 10 tanques com 200m² cada um, que receberam os primeiros alevins (crias de tilápia) lançados pela Governadora da Lunda Sul e pelo Director de Catoca.

Numa primeira fase o programa conta com 30 trabalhadores das aldeias circunvizinhas ao programa que governantes e responsáveis da maior diamantífera angolana esperam apresentar resultados nos próximos meses.



 


 
Endereço:
Luanda/Angola - Sector Talatona – Luanda Sul - Tels.: 2226247000 | 2226247001 | Fax.: 222006140 | 222006141
Saurimo/Angola - Tels.: 222624000 | 222624001 | Fax.: 222624108